INDÚSTRIA TÊXTIL EUROPEIA - CRESCIMENTO, TENDÊNCIAS, E PREVISÕES (2021 - 2026)


A Europa é o lar de centenas de varejistas e marcas líderes, designers internacionalmente aclamados, milhares de designers emergentes talentosos e empreendedores, pesquisadores e educadores com visão de futuro.


Têxteis europeus de alta qualidade e produtos de moda premium têm uma demanda crescente, tanto em países de alta renda como os Estados Unidos, Suíça, Japão ou Canadá, mas também em países emergentes como China e Hong Kong, Rússia, Turquia e o meio Leste. Os têxteis técnicos são uma história de sucesso indiscutível da indústria europeia. Em termos de comércio internacional, tanto as exportações quanto as importações de têxteis técnicos têm crescido continuamente ao longo dos anos.



Principais Tendências de Mercado

Aumento da demanda por têxteis e tecidos orgânicos

As roupas orgânicas estão disponíveis em algodão, juta, seda, sumaúma, cânhamo ou lã. A demanda por roupas orgânicas está aumentando, à medida que mais e mais consumidores se preocupam com o meio ambiente. O setor europeu dos têxteis é especialmente proativo na realização de trabalhos de pesquisa para o desenvolvimento de produtos novos e inovadores.


Dados os benefícios para a saúde e o meio ambiente dos produtos orgânicos, os consumidores mais ecologicamente conscientes estão mudando para roupas feitas de têxteis orgânicos. Em resposta à demanda do consumidor e à pressão para tornar suas operações mais verdes, a indústria da moda está agora dando novos passos rumo ao uso de tecidos mais sustentáveis. Os gigantes da moda rápida também estão dando um salto em direção a alternativas orgânicas e recicladas. A H&M, por exemplo, já aumentou o uso de algodão orgânico e reciclado para 95%.


Como a EURATEX visa tornar a Europa um líder global em têxteis sustentáveis



O setor têxtil europeu em breve terá um novo livro de regras a seguir em relação a políticas sustentáveis.


A Confederação Europeia do Vestuário e Têxtil ( Euratex ) anunciou recentemente um plano para criar uma indústria têxtil europeia mais competitiva e sustentável. De acordo com a organização, a nova estrutura se alinhará com outras políticas relevantes da UE - como a estratégia industrial da UE, a nova estratégia de comércio da UE, o Pacto de Competências da UE, a estratégia de Produtos Químicos Sustentáveis, a Iniciativa de Produto Sustentável e muito mais - para garantir que seja livre de contradições e preparado para uma implementação bem-sucedida.


O marco chega em um momento em que o setor necessita de um alinhamento global para conter os efeitos da crise climática. Em janeiro, a Comissão Europeia identificou os têxteis como um “setor prioritário” para acelerar uma economia circular neutra em carbono. O objetivo era lidar com a questão dos resíduos têxteis , mas observou que a indústria é altamente globalizada e inclui ações fragmentadas em nível nacional e local que são "insuficientes para impulsionar a mudança". Com a nova estrutura, a Euratex pretende unir a indústria têxtil europeia - que diz incluir atualmente 160.000 empresas (99 por cento das quais são pequenas ou médias empresas) e funcionários de 1,5 milhão de pessoas - e encorajar ações mais sustentáveis ​​em escala.


Com a nova estrutura, a organização visa atingir três objetivos: 1 - posicionar a Europa como líder global em têxteis sustentáveis , 2 - melhorar a eficiência do setor e 3 - aumentar a participação no mercado global da região.


Para atingir essas metas ambiciosas, primeiro recomenda a identificação clara de produtos circulares e sustentáveis ​​com base em padrões europeus - e de preferência globais -, desenvolvendo um modelo de negócios realista que recompensa as empresas sustentáveis ​​e aumentando as capacidades de reciclagem em toda a Europa. Também apela a uma maior apropriação por parte da Comissão Europeia e a uma consciência acelerada da sustentabilidade para os consumidores.


A educação do consumidor tem sido o principal foco das fábricas e marcas, à medida que os líderes do setor publicam recursos como dicionários de sustentabilidade e narrativas de fabricação responsável para tornar a transparência um conceito universalmente compreendido.


A estrutura também incentiva uma maior digitalização com um “Fundo de Transformação Digital” que fornece às empresas um pequeno investimento para implementar estratégias operacionais relevantes. Ela se compromete a apoiar funcionários e startups líderes em inovações no setor e criar programas dedicados para incentivar o desenvolvimento de têxteis sustentáveis ​​e novos materiais.


Para aumentar a participação no mercado global, a Euratex planeja aumentar a fiscalização do mercado para evitar que produtos não conformes passem pela alfândega e trabalhará com outros países, incluindo os EUA, para chegar a um acordo sobre o reconhecimento mútuo de normas e procedimentos de certificação. Como muitos outros países fizeram devido à pandemia de Covid-19, a Euratex também planeja investir mais pesadamente em reshoring , impulsionando o desenvolvimento da cadeia de suprimentos na região pan-euro-mediterrânea.


Para uma implementação bem-sucedida, uma vez que a estrutura seja publicada, a organização criará uma “aliança têxtil” para avaliar o impacto da política em têxteis e evitar ações contraditórias de áreas políticas sobrepostas.


“O setor têxtil é uma indústria muito 'ampla'; abrange cadeias de valor complexas e globais que envolvem múltiplas etapas de produção, resultando numa variedade de produtos, alguns dos quais estratégicos para a economia europeia ”, afirmou a Euratex. “Para ser significativa, a estratégia deve considerar toda a cadeia de valor do setor, uma vez que está intimamente interligada, bem como seus vínculos diretos com outros setores.”


Receita global do mercado de vestuário, 2012-2025

A receita gerada pelo mercado global de vestuário está aumentando continuamente ao longo do período de tempo observado. Em 2020, a receita desse mercado foi de aproximadamente 1,46 trilhão de dólares americanos. De acordo com o Consumer Market Outlook, esse valor aumentará para cerca de 2,25 trilhões de dólares até 2025.

Exportações de vestuário da UE em todo o mundo

A UE também desempenha um papel importante nas exportações de vestuário em todo o mundo. O mercado de exportação de roupas da Itália é o maior de qualquer país da UE. Em 2017, a Itália exportou 23,32 bilhões de dólares em roupas. A Alemanha ficou em segundo lugar e exportou US $ 20,94 bilhões em roupas em 2017.


Gráfico da participação nas exportações mundiais dos maiores exportadores de vestuário em 2019, por país



Em 2019, a China foi o exportador global de roupas com uma participação de aproximadamente 30,8%, seguida pela União Europeia, Bangladesh e Vietnã. Nesse ano, a China e a União Europeia também foram os maiores exportadores têxteis do mundo .


Aumento da renda descartável e mudança do comportamento de compra dos consumidores


O crescimento do rendimento disponível e a crescente preferência pelas compras online deverão impulsionar o mercado têxtil europeu nos próximos anos. As compras online ainda estão crescendo em importância, embora a aceitação varie significativamente por região e país. Cerca de 5% das despesas das famílias na Europa são gastas em vestuário e calçado, dos quais cerca de 80% em roupas e 20% em calçado. Além disso, o aumento dos descartáveis ​​levou a um aumento no número de supermercados e lojas de varejo, impulsionando o crescimento geral do mercado. A demanda por produtos premium e de marca é muito alta devido ao aumento da renda disponível per capita. O aumento da renda disponível, junto com os investimentos na fabricação de têxteis, criaria perspectivas de crescimento lucrativo para o mercado de têxteis em toda a região.



Apoio de Portugal para a indústria têxtil

Portugal vem desempenhando um importante papel no desenvolvimento do mercado têxtil concedendo subsídios para exportarem, para realização de trabalhos de pesquisa para o desenvolvimento de produtos novos e inovadores tais como têxteis orgânicos, e plataforma digital de e commerce.


Nesse sentido se você tem uma empresa brasileira no segmento têxtil, poderá contar com apoios do governo português para:


Subsídios para apoiar a área produtiva

Essa é uma linha de subsídio destina-se para apoiar o aumento de investimentos empresarial em atividade inovadoras nos seus produtos ou processos, apoia a capacitação empresarial das PMEs para o desenvolvimento de bens e serviços, bem como apoia o aumento das capacitações de gestão das empresas.


Tais como projetos para:

  • A criação de um novo estabelecimento;

  • O aumento da capacidade de um estabelecimento já existente;

  • A alteração fundamental do processo global de produção de um estabelecimento existente;

  • A diversificação da produção de um estabelecimento para produtos não produzidos;

  • Anteriormente no estabelecimento;

  • Atividades de inovação produtiva a favor de uma nova atividade.


Os beneficiários são as Pequenas e Médias Empresas (PME) e grandes empresas de qualquer natureza e sob qualquer forma jurídica.

  • Os itens elegíveis apoiados pelo incentivo são:

  • Máquinas e equipamentos;

  • Transferência de tecnologia através da aquisição de direitos de patentes;

  • Construção de edifícios, obras de remodelação e outras construções (Apenas para Indústria e Turismo);

  • Software standard ou customizado;

  • Equipamentos informáticos e software;

  • Serviços de engenharia relacionados com a implementação do projeto;

  • Licenças e conhecimentos técnicos não protegidos por patente;

  • Diagnósticos, auditorias, planos de marketing, projetos de arquitetura e de engenharia

Se quiser mais informações sobre esse incentivo, clique aqui

Subsídio para área comercial e marketing

Nesse apoio a empresa receberá apoio durante 2 anos para sua área comercial e marketing, o mais relevante é que esse incentivo se estende para essas operações em outros países, ou seja é destinada para acelerar as vendas para outros países, para apoiar a exportação através de Portugal


Os itens elegíveis apoiados pelo incentivo são:

Aquisições para aplicação de novos métodos organizacionais

  • Equipamentos que forem utilizados no projeto

  • Software relacionado com o desenvolvimento do projeto

  • Contratação de um máximo de dois novos profissionais

Participação em feiras e exposições no exterior

  • Locação do espaço

  • Custos com a construção do stand

Serviços de consultoria especializados para:

  • Prospeção e captação de novos clientes,

  • Assessoria de imprensa, relações públicas, consultoria de mercado e assistência técnica à preparação de eventos

  • Campanhas de marketing nos mercados externos, de mailing e telemarketing, publicidade e meios de comunicação especializados

  • Assistência técnica, estudos, diagnósticos e auditorias

  • Custos com a entidade certificadora

  • Custos de concessão e registo associados à criação de novas marcas

  • Custos para construção de plataformas eletrônica como site, redes sociais ou motores de busca

  • Obtenção, validação e defesa de patentes e outros custos de registo de propriedade industrial.


Sua expansão global em 2022 começa agora em 2021!

Saiba como sua empresa pode receber os incentivos do programa Portugal 2030 já no primeiro semestre de 2022 e aumente suas vendas expandindo globalmente.


Não perca a grande oportunidade agora com o lançamento do Portugal 2030. Fale conosco sobre esse assunto, estamos disponível por meio do e-mail: contato@myeurobusiness.com.br ou no nosso perfil do Instagram

Gostou do conteúdo? Não se esqueça de clicar no 🖤 pois é muito importante para nós!


Fale agora pelo QRcode


31 visualizações