Por que um negócio se expandiria internacionalmente?

Atualizado: Out 12


Apesar da crise econômica global causada pela Covid-19, um relatório realizado pela pesquisa de CFOs descobriu que 45% dos entrevistados estavam atualmente expandindo seus negócios globalmente ou planejavam fazê-lo em 2021 ou no próximo ano. Embora a pesquisa tenha relatado que conquistar uma maior participação de mercado foi citado como o principal motivo para se expandir internacionalmente, também havia interesse das empresas em expandir suas vendas, diversificar investimentos e adquirir talentos de todo o mundo. Embora as empresas estejam amplamente inspiradas a expandir seus negócios no exterior para gerar mais receita, há vários benefícios na internacionalização, especialmente porque a crise do coronavírus abre uma nova era digital e uma mudança nas tendências de consumo.


Quais são os benefícios de se expandir internacionalmente? conheça 6 principais motivos para se tornar global:

1. Novo potencial de receita: ao estender sua operação comercial a novos territórios no exterior, você obtém acesso a um público totalmente novo, o que significa milhões de novos clientes em potencial e mais vendas.


2. Uma maior variedade de oportunidades de investimento: levar seus negócios para o exterior pode atrair investimentos internacionais e você pode se beneficiar de oportunidades que podem não existir em seu país. Muitos governos, por exemplo, oferecem incentivos às empresas para fazer negócios em seus países.


3. Diversificar os mercados da empresa: ao entrar em novos mercados, você ajuda a criar uma rede com maior segurança para seu fluxo de receita. Por exemplo, se as vendas estão caindo em seu mercado interno, você depende do lucro das vendas em outras regiões.


4. Acesso a um pool de talentos maior : um pool de talentos internacional significa que você pode localizar seu negócio para melhor atender às necessidades de seu novo mercado. Ao empregar uma força de trabalho local com habilidades no idioma nativo e experiências profissionais diversas, sua empresa terá o conhecimento local e a experiência necessária para atender a sua nova base de clientes.


5. Supere a concorrência: se você puder atender a um público estrangeiro, poderá ganhar uma vantagem competitiva deixando um mercado saturado para um lugar em que seus concorrentes não operam.


6. Exposição global da marca: ao estabelecer com sucesso seu negócio internacionalmente, você não apenas atrai novos clientes, mas nutre a reputação de sua empresa e ganha maior credibilidade no mercado nativo.





Desde a pandemia, muitos empresários decidiram basear seus negócios em locais que lhes proporcionassem o benefício de um clima mais ensolarado. Sejamos realistas, se você não pode ir de férias devido às restrições da Covid, então é aconselhável se instalar em um lugar que possa fornecer aquele equilíbrio ensolarado entre trabalho e vida sem envolver viagens.



Iniciando um Negócio em Portugal

Portugal tornou-se um país que proporciona esse equilíbrio a um número cada vez maior de empresários expatriados, não só pelo tempo, mas também porque oferece uma série de benefícios financeiros aos empresários. Mas também não tem de fazer as malas e mudar toda a sua operação para Portugal para colher os frutos do atraente ambiente de negócios do país. Empresários globais que desejam simplesmente abrir uma filial ou um escritório virtual também podem ser acomodados


Entendo que a internacionalização é importante para sua empresas e que deve ser inserida no plano estratégico, imagine iniciar o projeto de internacionalização com apoio de subsídios governamentais para os dois primeiros anos do projeto para realizar sua expansão global? Sim, Portugal disponibiliza incentivos financeiros para empresas realizarem suas expansões globais através de Portugal com subsídios que chegam até 75% do investimento, sendo parte não reembolsável ou seja, a fundo perdido.


No final de 2021 Portugal lançará o programa de incentivos Portugal 2030, é uma grande oportunidade para receber subsídios para a parte produtiva da sua empresa, para a área comercial, marketing e contratação de profissionais.Quer saber mais sobre os apoios do Portugal 2030? click aqui.


Vantagens fiscais em Portugal

Para os empresários que pretendem iniciar uma empresa em Portugal, existem vários incentivos fiscais que estão se revelando populares. Para incentivar os investimentos do país no exterior e ajudar no crescimento e na criação de empregos, Portugal passou a última década surgindo com isenções fiscais, deduções e taxas reduzidas de IVA para atrair o investimento estrangeiro para o seu litoral. Aqui estão apenas alguns desses incentivos:

  • Programas de sementes para ajudar o investimento em startups de tecnologia inovadora ou pequenas empresas

  • Ganhos de capital com a venda de ações em micro e pequenas empresas

  • Incentivos fiscais para residentes ocasionais (residente não habitual)

  • Incentivos fiscais para ex-residentes

  • Um Incentivo fiscal de apoio ao investimento (RFAI)

  • Um sistema de incentivos fiscais para pesquisa e desenvolvimento (SIFIDE II)

  • Deduções para lucros retidos e reinvestidos (DLRR)

  • Ajuda na instalação de empresas em localidades do interior

Para aqueles que pagam uma taxa de imposto elevada no seu país de residência atual, Portugal oferece uma categoria de imposto denominada “residente não habitual”, onde se aplica uma taxa fixa baixa de 20% sobre os rendimentos. Este status pode ser mantido por um máximo de 10 anos e pode ser usado por qualquer pessoa nas seguintes profissões: atores, arquitetos, artistas, auditores, professores universitários, gerentes e diretores de empresas, profissionais de informática e processamento de dados, dentistas, médicos, engenheiros , músicos e cientistas.


Equilíbrio trabalho / vida de Portugal

Portugal atingiu uma classificação muito elevada no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), que é uma medida média do desenvolvimento humano, felicidade e nível de vida. Ele também está entre os três primeiros dos países mais seguros do mundo, superado apenas pela Islândia e Nova Zelândia . Portanto, o ambiente seguro, juntamente com a natureza amigável dos portugueses - muitos dos quais possuem excelentes habilidades nas línguas inglesa, francesa e espanhola - faz com que Portugal esteja agora entre um dos principais destinos para expatriados.


O outro ponto positivo para os trabalhadores é que os preços do aluguel e dos imóveis em Portugal são muito baixos, permitindo que muitos trabalhadores vivam facilmente dentro do seu orçamento. os preços das rendas aumentaram nos últimos anos devido à procura, sendo ainda mais acessível alugar ou comprar em Lisboa do que em Londres.


Para empreendedores com pais idosos, também existe um incentivo extra. Os reformados estrangeiros que permaneçam em Portugal pelo menos 183 dias por ano podem gozar da isenção do pagamento do imposto sobre o rendimento. Isso pode significar uma economia para alguns aposentados de até € 30.000 euros por ano. De acordo com a Câmara de Comércio e Indústria Franco-Portuguesa, mais de 4000 pessoas emigram para Portugal todos os anos para usufruir deste regime. Veja mais sobre Portugal nesse link.


Formação de empresa em Portugal

As duas principais estruturas empresariais em Portugal são a LDA e a SA. O equivalente a uma Sociedade de Responsabilidade Limitada em Portugal denomina-se LDA (Limitada). Deve haver pelo menos um acionista com capital de, pelo menos, 2 euros. (Embora você precise mostrar que tem mais do que isso para realmente iniciar um negócio viável!)

Para os empresários com mais capital, aconselha-se a abertura de uma sociedade anônima denominada SA (Sociedade Anónima). Este é o formato padrão para grandes empresas em que o capital social mínimo é de € 50.000 e o número mínimo de acionistas é de cinco. Há, no entanto, recursos rigorosos de contabilidade e auditoria são necessários para este tipo de estrutura, portanto, um revisor oficial de contas é uma necessidade para um SA

A criação de uma empresa LDA em Portugal demora cerca de três semanas. Abaixo estão os requisitos necessários para abrir um LDA:

  • Todos os acionistas precisam fornecer contas de serviços públicos, além de cópias de seus passaportes.

  • O nome da empresa é verificado no Registro Nacional de Pessoas Coletivas (RNPC) ou um nome pré-aprovado pode ser escolhido na base de informações do RNPC.

  • Será emitido um Certificado de Admissibilidade para reconhecimento formal do nome da sua empresa portuguesa o que é feito através do Instituto dos Registos e Notários (IRN). Você também deve solicitar um Cartão da Empresa e um Cartão Coletivo (o ID comercial principal) do IRN

  • É necessário nomear um notário português para auxiliar na assinatura de todos os formulários societários. Especialistas em formação de empresas com vínculos com o empresariado português podem ajudar neste sentido, bem como na localização de um endereço comercial registado e no registo da empresa na Conservatória do Registo Comercial e na Segurança Social e Fiscal.

  • Todos os colaboradores devem estar inscritos nos Centros de Formalidades das Empresas.

  • Os formulários da conta bancária devem ser assinados até 15 dias após a constituição da empresa. Um plano de negócios será exigido pelo gerente do banco para mostrar que a empresa tem boas garantias e um futuro de negócios sólido

  • É necessária uma caixa de correio eletrónica para receber a correspondência fiscal portuguesa. Estes são emitidos através dos Correios de Portugal (CTT) com código de identificação e palavra-passe específicos. A conta deve ser verificada regularmente

  • Um contador deve ser nomeado antes da incorporação como registro de IVA ou a apresentação de declarações de impostos sem a intervenção de um revisor oficial de contas não é permitida. (Especialistas em formação de empresas também podem ajudar a encontrar um contador bilíngue adequado.)


Amplie seu alcance global com MyEuroBusiness e o governo português


O MyEuroBusiness possui um serviço completo para que sua empresa inicie a jornada de internacionalização com planejamento estratégico e capte subsídios do governo. Realizamos desde a abertura da empresa, busca da melhor localização, legalização dos empreendedores e suas famílias e os planos de negócios produtivo, comercial e marketing, os quais passam pelas seguintes fases:


1ª Fase: Diagnóstico


- Elaboração de um diagnóstico da empresa, nas suas várias áreas funcionais, permitindo a identificação e classificação dos investimentos necessários;


2ª Fase: Framework


- Verificação das condições de acesso da empresa aos apoios previstos no Portugal 2030 ou outros;


3ª Fase: Estudo Econômico


- Elaboração do Estudo de Viabilidade Econômico-Financeira do projeto, formalização e entrega do requerimento à entidade responsável pela gestão do Sistema de Incentivos selecionado;


4ª Fase: Aplicação


- Organização do Dossiê de Candidatura contendo todos os documentos comprovativos da elegibilidade da empresa e elementos dos fundamentos de investimento;


5ª Fase: Acompanhamento


- Acompanhamento junto às entidades responsáveis ​​pela análise e aprovação do pedido;



Você quer começar seu próprio negócio?
Quer investir na sua empresa?
Quer expandir seus negócios ou investir na qualificação e internacionalização da sua empresa?

Se você está pensando em expandir suas operações para a Europa, podemos ajudá-lo em todo o processo. Envie uma mensagem hoje.

Caso você queira continuar conversando conosco sobre esse assunto, estamos disponível por meio do e-mail: contato@myeurobusiness.com.br ou no nosso perfil do Instagram.


Gostou do conteúdo? Não se esqueça de clicar no 🖤 pois é muito importante para nós!


Fale agora pelo QRcode



39 visualizações