Lisboa, o novo Vale do Silício?



Ver a “Golden Gate Bridge de Lisboa ”, ir a torre de Belém, Marquês de Pombal, Estádio do Benfica, e sentir as vibrações alegres e relaxadas da cidade, tem sido alvo de inúmeras pessoas no mundo inteiro, no entanto, a crescente reputação de Lisboa a cada dia como uma cidade perfeita como centro de tecnologia e seu movimentado cenário de startups, também tem sido alvo do olhar pelo mundo inteiro.


Entre várias outras, aqui estão 3 razões pelas quais Lisboa é chamada de o novo Vale do Silício, a Costa Oeste da Europa.


1º - O potencial de Lisboa - Portugal


Quando se trata do talento tecnológico de Lisboa, os números falam por si. Na UE, Lisboa é a maior área urbana e continua a crescer ano após ano. Estima-se que cerca de 20 milhões de pessoas entram e saem do aeroporto de Lisboa anualmente. Isso inclui todas as viagens de negócios e pessoais, mas também há mais de 140.000 pessoas que visitam Lisboa todos os anos como turistas.


Outro ponto relevante, é que Portugal tem pessoas altamente qualificadas, com remunerações muito mais acessíveis do que qualquer outro país da Europa.


Em termos absolutos, Portugal ocupa o 15º lugar no ranking dos ecossistemas europeus de scaleup. Ao olhar para os números portugueses temos que considerar, para além da dimensão relativamente menor da economia portuguesa, pois o ecossistema é muito jovem. Para se ter uma ideia, 76% de todos os scaleups rastreados foram estabelecidos após 2010 - a média europeia é de 67% - e quase metade deles foram fundados após 2013.



2º - O ecossistema de Lisboa é global e ambicioso


Portugal, em especial Lisboa, tem visto um número crescente de empresas internacionais investindo e mudando para Portugal. Uma deles é a Google, que anunciou que quer continuar a crescer em Portugal e irá contratar novos funcionários nos próximos meses.


É muito difícil encontrar um lugar para acelerar um negócio ou começar uma atividade, mas em Lisboa acontece o contrário. Dezenas de startups internacionais optam por Lisboa como sede, por exemplo empresas como Linkilaw, JungleAi e Yoochai, e todas estão sendo geridas em Portugal pelos seus fundadores internacionais.


Na opinião de empreendedores que levaram seus negócios para Portugal, o lançamento em Portugal é muito mais fácil do que em outros países da UE porque a maioria das pessoas falam fluentemente o inglês, menor custo de vida e menores salários, escritórios razoavelmente baratos, ótimas infraestruturas de internet, as pessoas entendem bem de aplicativos e gostam de novas tecnologias, além de um grande pool de talentos de pessoas que falam vários idiomas, o que permite às empresas terem uma equipe preparada para atuar globalmente.


Além disso, Todos concordam que é fácil se apaixonar pelas pessoas, comida, clima e oportunidades em Portugal e relatam que estão bem animados para ver o crescimento de Portugal nos próximos 5 anos em sua expansão para a tecnologia!



3º - Web Summit em Lisboa


A Web Summit a maior conferência da Europa em tecnologias e em 2016 foi levado para Lisboa, segundo seu o co-fundador e CEO da Web Summit Paddy Cosgrave, esta decisão foi tomada porque "Lisboa é uma cidade cosmopolita e tem melhores condições de infraestruturas e um maior número de hotéis"


O sucesso e crescimento da capital portuguesa é tão acelerada que o evento que ficaria por 3 anos, renovou por mais 10 anos em Lisboa.


Sem dúvida alguma Portugal é considerado, um dos principais polos de inovação da Europa, atraindo cada vez mais startups e investimentos.


Tornando Lisboa numa capital de excelência para a inovação, empreendedorismo e talento.




28 visualizações